Home // Posts tagged "self-centered"

Palestra no Instituto de Estudos Avançados (RP) sobre Ciência e Religião

 

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Ciência e Religião: quatro perspectivas

Escrito por 

Data e Horário: 26/11 às 14h30
Local: Salão de Eventos do Centro de Informática de Ribeirão Preto – CIRP/USP (localização)

O evento, que será apresentado por Osame Kinouchi, discutirá quatro diferentes visões sobre a interação entre Ciência e Religião: o conflito, a separação, o diálogo e a integração. Examinando as fontes de conflito recentes (Culture Wars), o professor sugere que elas têm origem no Romantismo Anticientífico, religioso ou laico.

Segundo Osame, a ideia de separação entre os campos Religioso e Científico já não parece ser viável devido aos avanços da Ciência em tópicos antes considerados metafísicos, tais como as origens do Universo (Cosmologia), da Vida (Astrobiologia), da Mente (Neurociências) e mesmo das Religiões (Neuroteologia, Psicologia Evolucionária e Ciências da Religião).
A palestra mostrará também que tentativas de integração forçada ou prematura entre Religião e Ciência correm o risco de derivar para a Pseudociência. Sendo assim, na visão do professor, uma posição mais acadêmica de diálogo de alto nível pode ser um antídoto para uma polarização cultural ingênua entre Ateísmo e Religiosidade.

Vídeo do evento

TED Talk sobre criatividade

Interessante, mas fiquei com a impressão que no Brasil o pêndulo está voltado para o outro lado… Como fazer para equilibrar o futebol com as olimpíadas de matemática?

 

O SEMCIÊNCIA mudou de casa

Desde 2006 aqui no Blogger, o SEMCIÊNCIA muda agora para o Condomínio HAAAN organizado por Kentaro Mori, na plataforma WORDPRESS. 
Os melhores posts do SEMCIÊNCIA serão paulatinamente republicados no novo endereço.
Para ir para o novo SEMCIÊNCIA, clique aqui.
Para conhecer o condomínio HAAAN, clique aqui.

Projeto HAAAN

EDUCAÇÃO

HAAAN é um projeto educacional sem fins lucrativos promovendo iniciativas livres da crença no sobrenatural.

HAAAN hospeda os sítios A CorujaBiomagisterO Bruxo de SantosObras PsicografadasEntro Non EntroAvanços da MedicinaBule VoadorCalendário da Era DarwinCiensinando,The Brights’ NetForgetoMoriMarcianitos VerdesMagonia eCeticismoAberto. Somados todos eles, são mais de um milhão de páginas eletrônicas servidas mensalmente a centenas de milhares de visitantes, de forma completamente gratuita e aberta. E isso não é tudo: queremos crescer e abrigar mais sítios para servir a um número ainda maior de pessoas.

Se você já possui um sítio ou blog na internet relacionado ao pensamento crítico ou ciência, ou mesmo se pretende criar um, entre em contato por email com sua proposta. Poderemos oferecer hospedagem gratuita e mesmo um registro de domínio — seu próprio endereço na rede — bem como todo auxílio ao nosso alcance. Caso deseje colaborar com iniciativas nascentes ou já existentes, como tradutor, revisor, webmaster ou webdesigner,fale conosco.

O projeto HAAAN também concede o prêmio “Candela” a personalidades que se destacam em seu trabalho para “ajudar a iluminar o mundo“.

CãoPaixão




Ontem fui numa festa junina da ONG CãoPaixão, junto com a Mônica Campiteli (que tem 8 cachorros adotados), o Rodrigo Rota namorado dela, o prof. Nelson Alves e minha filha Juliana Kinouchi.  O motivo foi ajudar a ONG e de quebra ver se havia mulheres divorciadas com filhos, com mais de 40, de preferência professoras com pós-doc (ok, pode ser com doutorado), não fumantes, que vão votar em Marina Silva e que gostem de crianças e cachorros, sejam muito suaves, delicadas e baixinhas (ah sim, e que tenham carro e gostem de ficção científica, ver chuva de meteoros em agôsto, comer goulash em Praga, essas coisas). 
Sim, confesso, eu mandei correios elegantes (apenas três, juro!).  Juli disse que é nessas horas que ela sente vergonha de mim… 
Em todo caso, por incrível que pareça, uma delas respondeu me adicionando no MSN! Mas acho que foi por engano (update: foi por engano, ela pensou que era zoação das amigas dela), afinal ela é bonita e tem menos de 30 (eu nao sabia, estava meio escuro lá, e acho que, depois de três vinhos quentes e um quentão eu tinha perdido o meu senso de ridículo).

Em todo caso, a moça, que participa da ONG, foi muito simpática e me deu todas as informações sobre como adotar uma cachorrinha (para o Leonardo), acho que vou na feira deles dia 31. Fica este post para divulgação, o site da ONG é aqui, o Twitter deles é aqui, para quem se interessar.

2o Salão Nacional de Divulgação Científica aceitou a comunicação oral da Juliana Kinouchi

METÁFORAS BIOLÓGICAS NO DISCURSO JORNALÍSTICO

JULIANA MOTTA KINOUCHI (1) – COLÉGIO METODISTA
ROBERTO MITSUO TAKATA – MESTRADO EM BIOLOGIA (USP)
ANGÉLICA APARECIDA MANDRÁ – PSICOPEDAGOGA – UNIVERSIDADE CLARETIANAS DE BATATAIS
OSAME KINOUCHI – DOUTORADO EM FÍSICA – PROF. LIVRE-DOCENTE USP (ORIENTADOR)




Juliana e Hitchcock

Do Thumblr de Juliana Motta Kinouchi:

Dois dos melhores filmes que eu já assisti em toda a minha vida foram do mestre Hitchcock, isso porque claro eu só assisti dois filmes dele. Em minha defesa digo que é muito difícil achar filmes antigos em locadoras. “Pássaros” foi simplesmente incrível e “Psicose” pra mim é especial, o meu lado sádico adorou “Psicose”. O outro lado também, claro. Eu adoro ler Agatha Christie, e ao assistir “Psicose” tive a mesma sensação de quando eu leio um livro da Agatha, uma sensação de que não dormiria sem saber o desfecho surpreendente da história.
“A única forma de me livrar de meus medos é fazer filmes sobre eles”. Alfred Hitchcock

Sumidouro do espelho…

Para bom entendedor, meia equação basta:

Catavento e Girassol

Catavento e Girassol

Leila Pinheiro

Composição: Guinga – Aldir Blanc

Meu catavento tem dentro o que há do lado de fora do teu girassol
Entre o escancaro e o contido, eu te pedi sustenido e você riu bemol
Você só pensa no espaço, eu exigi duração
Eu sou um gato de subúrbio, você é litorânea

Quando eu respeito os sinais vejo você de patins vindo na contramão
Mas quando ataco de macho, você se faz de capacho e não quer confusão
Nenhum dos dois se entrega, nós não ouvimos conselho
Eu sou você que se vai no sumidouro do espelho

Eu sou do Engenho de Dentro e você vive no vento do Arpoador
Eu tenho um jeito arredio e você é expansiva, o inseto e a flor
Um torce pra Mia Farrow, o outro é Woody Allen
Quando assovio uma seresta você dança havaiana

Eu vou de tênis e jeans, encontro você demais, scarpin, soiré
Quando o pau quebra na esquina, cê ataca de fina e me ofende em inglês
É fuck you, bate bronha e ninguém mete o bedelho
Você sou eu que me vou no sumidouro do espelho

A paz é feita num motel de alma lavada e passada
Pra descobrir logo depois que não serviu pra nada
Nos dias de carnaval aumentam os desenganos
Você vai pra Parati e eu pro Cacique de Ramos

Meu catavento tem dentro o vento escancarado do Arpoador
Teu girassol tem de fora o escondido do Engenho de Dentro da flor
Eu sinto muita saudade, você é contemporânea
Eu penso em tudo quanto faço, você é tão espontânea

Sei que um depende do outro só pra ser diferente, pra se completar
Sei que um se afasta do outro, no sufoco, somente pra se aproximar
Cê tem um jeito verde de ser e eu sou meio vermelho
Mas os dois juntos se vão no sumidouro do espelho

Resposta ao Tempo

Alguns preferem carrossel, outros preferem montanha russa


Senhas

Adriana Calcanhotto

Composição: Adriana Calcanhoto

Eu não gosto do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto dos bons modos
Não gosto (2x)

Eu aguento até rigores
Eu não tenho pena dos traídos
Eu hospedo infratores e banidos
Eu respeito conveniências
Eu não ligo pra conchavos
Eu suporto aparências
Eu não gosto de maus tratos

Mas o que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto dos bons modos
Não gosto

Eu aguento até os modernos
E seus segundos cadernos
Eu aguento até os caretas
E suas verdades perfeitas

O que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Eu não gosto dos bons modos
Não gosto

Eu aguento até os estetas
Eu não julgo competência
Eu não ligo pra etiqueta
Eu aplaudo rebeldias
Eu respeito tiranias
E compreendo piedades
Eu não condeno mentiras
Eu não condeno vaidades

O que eu não gosto é do bom gosto
Eu não gosto de bom senso
Não, não gosto dos bons modos
Não gosto

Eu gosto dos que têm fome
Dos que morrem de vontade
Dos que secam de desejo
Dos que ardem (2x)

Eu gosto dos que têm fome
E morrem de vontade
Dos que secam de desejo
Dos que ardem (5x)

PS: Namoro terminou ontem. Parece que eu prefiro montanha russa…

Citações científicas: minhas Pérolas Perdidas e Belas Adormecidas

Spatial distribution of the internal field per link in the ground state of a 28×28 disorder configuration (XY spin glass) with open-periodic boundary conditions.

Read Journal Article

Todo cientista tem suas pérolas perdidas (artigos bons mas pouco citados) e Belas Adormecidas (Sleeping Beauties – artigos que, espera-se, um dia serão descobertos e altamente citados). Tem também os artigos que são muito recentes e que não tiveram oportunidade de serem citados ainda (espero!).
Todos os artigos abaixo, por um motivo ou outro, acabaram tendo zero citações na Web of Science (mas não no Google Scholar!).  Quem sentir curiosidade pelos títulos, dê uma olhada. São bons artigos, eu assino em baixo!
PS: Acho que apenas o artigo com s Silvia Kuva (Learning a Spin Glass) e o artigo com o Tamashiro e Salinas (Dynamical phase diagrams…) seriam considerados potenciais pérolas perdidas. NA verdade, acho que o Learning a Spin Glass é um potencial Sleeping Beauty. Os outros são muito novos. O artigo com o Caticha é um artigo completo de conferência, não um paper. Também é um candidato a pérola perdida…

 29. Title: Active Dendrites Enhance Neuronal Dynamic Range 
Author(s): Gollo LL, Kinouchi O, Copelli M
Source: PLOS COMPUTATIONAL BIOLOGY   Volume: 5   Issue: 6 Article Number: e1000402   Published: JUN 2009
0 0 0 0 0 0 0.00
 30. Title: The non-equilibrium nature of culinary evolution 
Author(s): Kinouchi O, Diez-Garcia RW, Holanda AJ, et al.
Source: NEW JOURNAL OF PHYSICS   Volume: 10 Article Number: 073020   Published: JUL 10 2008
0 0 0 0 0 0 0.00
       31. Title: Chaotic itinerancy, temporal segmentation and spatio-temporal combinatorial codes 
Author(s): Dias JR, Oliveira RF, Kinouchi O 
Source: PHYSICA D-NONLINEAR PHENOMENA   Volume: 237   Issue: 1   Pages: 1-5   Published: JAN 1 2008
0 0 0 0 0 0 0.00
 32. Title: Hirsch’s index: a case study conducted at the Faculdade de Filosofia, Ciencias e letras de Ribeirao Preto, Universidade de Sao Paulo 
Author(s): Torro-Alves N, Herculano RD, Tercariol CAS, et al.
Source: BRAZILIAN JOURNAL OF MEDICAL AND BIOLOGICAL RESEARCH   Volume: 40   Issue: 11   Pages: 1529-1536   Published: NOV 2007
0 0 0 0 0 0 0.00
 33. Title: Scaling law for the transient behavior of type-II neuron models 
Author(s): Roa MAD, Copelli M, Kinouchi O, et al.
Source: PHYSICAL REVIEW E   Volume: 75   Issue: 2 Article Number: 021911   Part: Part 1   Published: FEB 2007
0 0 0 0 0 0 0.00
 34. Title: Learning a spin glass: Determining Hamiltonians from metastable states 
Author(s): Kuva SM, Kinouchi O, Caticha N
Conference Information: Vth Latin American Workshop on Non-Linear Phenomena/11th MEDYFINOL Conference on Statistical Physics of Dynamic and Complex Systems, SEP 28-OCT 03, 1997 CANELA, BRAZIL
Source: PHYSICA A   Volume: 257   Issue: 1-4   Pages: 28-35   Published: AUG 15 1998
0 0 0 0 0 0 0.00
 35. Title: Dynamical phase diagrams of neutral networks with asymmetric couplings 
Author(s): Tamashiro MN, Kinouchi O, Salinas SR
Source: PHYSICAL REVIEW E   Volume: 55   Issue: 6   Pages: 7344-7353   Part: Part B   Published: JUN 1997
0 0 0 0 0 0 0.00
 36. Title: DAMAGED PERCEPTRONS AND THE WISCONSIN TEST 
Author(s): KINOUCHI O, CATICHA N
Conference Information: World Congress on Neural Networks (WCNN 93, Portland), JUL 11-15, 1993 PORTLAND, OR
Source: WCNN’93 – PORTLAND, WORLD CONGRESS ON NEURAL NETWORKS, VOL III   Pages: 381-384   Published: 1993
0 0 0 0 0 0 0.00

Para que blogar se eu posso twittar? (II)

  1. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi #portosemrede Alguém quer carona para o Rio, saio dia 09 de outubro? Mesmo preço do onibus, só que deixo você em casa.half a minute ago from web
  2. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @Rafael_RNAm NA verdade, já existe uma tag para isso: #portosemrede3 minutes ago from web
  3. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi #ideiablog. OK, reuniao na USP então? 12 horas na cantina da Fisica, pode ser? É mais baratiho para almoçar#portosemredeabout 4 hours ago from web
  4. Twitter_round_normaldulcidio @osamekinouchi Verdade. Acho que em todos os meus tweets cabe #portosemrede ou #redesemporto… A ordem dos fatores não altera a falta de $.about 16 hours ago from Power Twitter
  5. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @Karl_Ecce_Med Este tweet é do#portosemrede?about 18 hours ago from web
  6. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @dulcidio Entao coloque #portosemrede nos seus tweets…rsabout 18 hours ago from web
  7. Ritahayworth_k73__1__normalBe_neviani @osamekinouchi Agora é: #redesemporto. 😉#portosemredeabout 18 hours ago from web
  8. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @carloshotta Em vez de #sonhoacabou, deveria ser #portosemrede. Confira!about 18 hours ago from web
  9. Twitterprofilephoto_normalaninhaarantes Almoço de domingo #portosemrede (aka “bolsa só vem na segunda”): Resto de macarrão com ervilha, resto de pão de forma, resto de coca-cola…1 day ago from TweetDeck
  10. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @cardoso Resultados 1 – 10 de aproximadamente 6.060.000 para porto sem rede . Ganhei! #portocainarede, digo,#portosemrede1 day ago from web
  11. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi Vendo DVD imperdível Tales from Tomorrow, série de FC de 1952 (a primeira da TV!). R$ 12 + frete.#portocainarede, digo, #portosemrede1 day ago from web
  12. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @Cardoso O Hotel dos blogs cientificos, o Ressurgencia, é dos militares, não de empresários.#portocainarede, digo, #portosemrede1 day ago from web
  13. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @carloshotta Então experimenta, e cobra depois do Igor. Liberado! #portosemrede1 day ago from web
  14. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @paulabio Vocês não tem tese ou paper pra fazer?#portocainarede, digo, #portosemrede1 day ago from web
  15. Twitter_normalrmtakata Estudando para as provas, Big Mac e batatas frios.#Portosemrede1 day ago from web
  16. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @Cardoso Seminternet? Acho que vc devia entao começar a participar do #portocainarede, digo, #portosemrede. Que pobreza!1 day ago from web
  17. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @Cardoso Chega de brincar com o twitter. Vou relaxar com uma pipoca, guaraná, e DVD Tales from Tomorrow#portocainarede, digo, #portosemrede1 day ago from web
  18. Twitter_round_normaldulcidio @osamekinouchi Publicar livros, salvo raras exceções, não dá $. Você, autor, é “só” a parte intelectual! Entendeu?! 🙂#portosemrede2 days ago from Power Twitter  
  19. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @Cardoso podia organizar um #arraialcainarede e me convidar… http://www.arraialdocabobrasil.blogspot.com/#portosemrede #portocainarede2 days ago from web
  20. Fis_est_fig_docente_osame_bw_normalosamekinouchi @ciencianamidia Será que a Tati me apresenta pra editor dela? Livro fractais paradidático http://bit.ly/Ee2Ke#portocainarede #portosemrede

Dawkins e o Beijo de Juliana (II)

Do Beijo de Juliana: Quatro físicos teóricos conversam sobre crianças, ciências da complexidade, biologia, política, religião e futebol…
15/Fevereiro/1999
Caros amigos,
A Pati manda lembranças…
Vocês devem estar se perguntando porque insisto em citar a minha querida cachorra nesses e-mails. Deve estar ficando claro agora… Minha relação de amor e ódio com a Pati exemplifica aquela idéia sobre emergência do amor e da cooperação a partir de motivações egoístas. Não que eu tenha planejado isso tudo. Aconteceu, simplesmente, e só me dei conta do que estava acontecendo nesse final de semana. Talvez meu inconsciente tenha preparado isso: ele é muito mais inteligente que eu…
Em todo caso, está bastante claro agora: em vez de discutir o beijo de Juliana, exemplo que foi escolhido de propósito para provocar vocês, parece ser muito mais produtivo discutir o abanar de rabo da Pati. Além disso, eu já notei que vocês, em especial o Richard por também ter filhos, não conseguem discutir o exemplo da Juliana objetivamente (creio que apenas o Jean consegue pensar nisso com o distanciamento necessário).
Assim, vamos lá. É incrível como a Pati abana o rabo e faz festa para mim, mesmo após eu lhe dar a maior bronca por ter fuçado na lata de lixo, espalhando tudo pelo chão. Ando meio nervoso tentando calcular qual a quantidade de coliformes fecais que estou ingerindo ultimamente, dado que não consigo manter o chão da cozinha limpo, sem pelos ou urina. E, mesmo assim, hoje vou à pracinha com a Pati, e vivo comprando doces para ela. Por que?
Existem vários motivos: a Pati vigia a casa à noite e quando estou fora. E desconfio de que ela talvez seja útil para caçar escorpiões… Os vizinhos aqui da rua dizem que existem muitos, devido aos terrenos baldios em volta; dizem que onde há baratas, há escorpiões, que as caçam. Bom, baratas é o que não falta aqui em casa…
Enquanto me mostrava um belo exemplar de escorpião amarelo dentro de um pote de vidro, o vizinho me falou também que os escorpiões costumam se aninhar dentro dos sapatos. É claro que não acredito nessas histórias, mas outro dia fiquei bastante intrigado com a insistência da Pati em entrar dentro do armário e ficar fuçando meus sapatos. Tudo bem, eu reconheço que não encontrei escorpião algum, e que provavelmente a Pati queria apenas roer meus sapatos…
Mas esses motivos iniciais de natureza egoísta (“Eu compro Pedigree pra você e você fica de olho nos escorpiões, ok?”) que formam a base de todo mutualismo, vão pouco a pouco gerando motivos menos e menos egoístas. Companhia na solidão, a diversão mútua com as brincadeiras (o Pitchuco é engraçadinho…), o aprendizado mútuo e… o carinho: o que a Pati mais gosta é colocar a cabeça no meu colo enquanto leio um livro.
Ou seja, o que estou tentando dizer é que sobre a base forte dos interesses mútuos e do egoísmo, daquele esterco tão fértil, é que nascem as flores da amizade e do amor. São plantas viçosas, reais, não são uma ilusão. Ou vocês acham que o mutualismo simbiótico é uma ilusão? Os liquens serão ilusões???
Talvez eu escute algum de vocês resmungando que estou confundindo a esfera da realidade e dos sentimentos humanos com a esfera biológica. “Simbiose nada tem a ver com amor!” Só posso replicar que aqueles que querem entender o humano sem entender de biologia é que são os verdadeiros iludidos.
Uma coisa a levar em conta é a questão da “consciência do egoísmo”. Uma pessoa que pratica um crime inconscientemente tem alguma culpa? Claro que sei que o abanar de rabo da Pati foi evolucionariamente gerado, assim como o sorriso dos bebês, mas será que ela sabe? É um fato a ser lembrado que os genes, mesmo sendo egoístas, não sabem que o são. As crianças e os cachorros também… Nós, homens, somos os maiores exploradores inconscientes! Quem realmente conhece e detecta o egoísmo são as mulheres (elas têm um módulo cognitivo especialmente evoluído para isso, vem da época em que a gente ia caçar e pescar enquanto elas ficavam cuidando das crianças).
Ou seja, o egoísmo moral (não o egoísmo da Teoria de Jogos) está nos olhos de quem o vê, e na vida cotidiana estamos quase todos cegos. Só é um problema real quando uma das partes não está recebendo o suficiente, uma troca injusta. Quando o mutualismo virou parasitismo. O que é uma linha difícil de ser traçada com precisão, mas que em todo caso precisa ser traçada.
Lembram aquela piada (ou será uma idéia séria?) de que as bactérias são todas fêmeas e que os machos são parasitas que descobriram como injetar seu DNA e deixar o resto do serviço com elas? Mas isso era um parasitismo ineficiente porque eliminava as hospedeiras: daí apareceu um processo aleatório que fez com que esse processo gerasse apenas uma fração dos parasitas (50% é o máximo?), de modo que isso permitia um relacionamento simbiôntico entre as duas espécies (embora eu não entenda o que as fêmeas ganharam com isso…).
Assim, tenham cautela com pessoas que não gostam de crianças ou animais.Tais pessoas não sabem o que é transformar o egoísmo em amor, criar o amor a partir do egoísmo. Na sua decepção na busca do amor puro e desinteressado, tornam-se amargas e acabam por parasitar os outros. Busca que estava condenada ao fracasso desde o início, pela biologia, pela teoria de jogos e pelo mito do pecado original (ou “defeito original de fabricação”, o egoísmo).

Dawkins e o Beijo de Juliana


Raphael

Leonardo

Juliana

Mariana

Uma amiga recebeu este recado da filha no Orkut:


Porque eu te αmo αcimα de quαlquer coisα ..
porque você é α
únicα pessoα que eu tenho certezα que so quer o meu bem
eu
prometo de todo o meu corαçαo que nαo vou e mαndαr prα um αzilo quαndo você ficαr velhα ..
sαbe porque ?
porque
eu te αmo , e é prα sempre.

Bom, acho que Dawkins diria que este comportamento representa uma estratégia evolutiva de genes egoístas com bastante sucesso. Se a criança consegue fazer a mãe acreditar que ela a ama, a probabilidade dela ser melhor cuidada e sobreviver aumenta. Crianças que não faziam isso acabaram morrendo. É um comportamento que a Psicologia Evolucionária explica…

Mas essa explicação científica, correta em todos os pontos, deixa alguns de nós chateados, porque gostaríamos de acreditar (ter fé?) no sentimento da criança. Como conciliar a visão científica com a visão tradicional de que crianças podem amar seus pais (às vezes). Ou devemos abandonar qualquer esforço de conciliação e rejeitar ou Dawkins ou o sentimento de nossos filhos?

Este é o tema do livro O Beijo de Juliana, ver aqui também. Acho que eu preciso deixar esse tema mais claro ao longo do livro, que o tema seja o fio condutor da história, como me sugeriu a Suzana Herculano-Houzel. Na próxima versão, tentarei fazer isso…

Portocainarede, digo, Portosemrede

Sigam o twitter #portosemrede , para ver a vida real dos cientistas brasileiros…

O que significa SEMCIÊNCIA?

O SEMCIÊNCIA (cujo nome quer ser homófono a Senciência, e não deveria ser grafado SemCiência!) , ganhou o prêmio “CRTL-C CRTL-V” durante o II EWCLiPo. Espero que ninguém ache que isso foi bulying…
Da Wikipedia:

Senciência, é a “capacidade de sofrer ou sentir prazer ou felicidade”[1]. Não inclui, necessariamente, a auto-consciência. A palavra senciência é muitas vezes confundida com sapiência, que pode significarconhecimento, consciência ou percepção. As duas palavras podem ser diferenciadas olhando-se suas raízeslatinas: sentire é “sentir” e sapere é “saber”. Senciência, portanto, é a capacidade de sentir.

[editar]Filosofia e senciência

Muitos filósofos, particularmente Colin McGinn, acreditam que a senciência não poderá jamais ser entendida, não importa quanto progresso seja feito pela neurociência na compreensão do funcionamento do cérebro. Os detentores desta posição são denominados Novos Misterianistas. Eles não negam que a maioria dos outros aspectos da consciência estão sujeitos à investigação científica. da criatividade à sapiência ou auto-consciência, mas acreditam que apenas a senciência não pode ser amplamente compreendida pela ciência. O debate continua entre os filósofos, estando muitos firmemente convencidos de que não há qualquer grande problema com a senciência.

Referências

  1. SINGER, Peter. Vida ética: os melhores ensaios do mais polêmico filósofo da atualidade. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002. ISBN 850001055X. P. 54

Para que blogar se eu posso twittar?

LacyBarca

Following
    1. Comecei a ler o Beijo de Juliana. Gosto da dicção do texto. @kinouchijá procurou editora? Conhece a Vieira & Lent?24 minutes ago from web

    2. de volta ao trabalho, depois de me divertir muito no #ewclipo, em Arraial do Cabo.10:56 AM Sep 28th from web

    3. Parabéns aos organizadores do #ewclipo. Tudo perfeito. Nem a praia conquistou muitos adeptos. As palestras ganharam a disputa.9:40 PM Sep 27th from web

    4. Adorei participar do #Ewclipo. Se alguém quiser ver Rough Science na TV Brasil, passa na segunda 20h30 com o nome Ciência Nua e Crua.9:37 PM Sep 27th from web

    Socorro: me viciei no Twitter!

    Home

    1. Tatiana Nahasciencianamidia “Um lance de dados: jogar/poemar por entre bios, tecnos e logias”: http://bit.ly/EPvWx2 minutes ago from web

    2. osamekinouchiosamekinouchi #portosemrede: Dúvida sincera: É falta de netiqueta parasitar twitagens famosas? Pegando carona com o#portocainarede4 minutes ago from web

    3. osamekinouchiosamekinouchi #Portosemrede #portocainarede Afinal, nós nem aproveitamos a praia no II #EWCLiPo, concordam?16 minutes ago from web

    4. osamekinouchiosamekinouchi #Portosemrede Vou voltar para Arraial do Cabo no feriado de 10-12 outubro. Alguém quer carona (pra dividir o pedagio?): duas vagas17 minutes ago from web

    5. Carlos CardosoCardoso @osamekinouchi salve!18 minutes ago from Gravity in reply to osamekinouchi

    6. Carlos CardosoCardoso RT @mbottan: @cardoso http://twitpic.com/jwetk – Quando vc voltar a gente conversa!! // a casa caiu. mifuuuuuu.21 minutes ago from Gravity

    7. Carlos CardosoCardoso RT @diogovedolin: RT @tayra: RT @r0cc0: O @mionzera conseguiu ser mais chato que o @Cardoso, puta que o pariu!// disso eu já sabia.23 minutes ago from Gravity

    8. Tatiana Nahasciencianamidia Do blog da Mayana Zatz: profissão, prazer e retorno financeiro – http://migre.me/89Ph23 minutes ago from web

    9. osamekinouchiosamekinouchi @paulabio #Portocainarede & #Portosemrede: Eu tava com – R$ 1996, limite de R$ 2000 no especial, dai caiu um IOF de R$ 12 e explodiu!26 minutes ago from web in reply to paulabio

    10. carloshottacarloshotta Tapioca, carne de sol, cuscuz de mandioca e macaxeira #portocainarede http://twitpic.com/jxv6h34 minutes ago from Tweetie

    11. osamekinouchiosamekinouchi @Cardoso Bom dia do #portocainarede, digo,#portosemrede. Então sobram banho de chuveiro rapidinho (economia de energia!) e mototaxi pra USP34 minutes ago from web in reply to Cardoso

    12. Carlos CardosoCardoso http://twitpic.com/jxuzx – Bom dia do #portocainarede. Ainda sem internet. Então sobram piscinas naturais e passeio de jangada.37 minutes ago from Gravity

    O Beijo de Juliana – Quatro físicos conversam sobre biologia, ciências da complexidade, crianças, política, futebol e religião



    Para quem quiser dar uma olhada e sugerir mudanças para uma versão editada.

    Talvez eu devesse mudar o nome para “Big Bang Theory”…

    Ofereço 10% do copyright se alguém se dispuzer a fazer a editoração para mim…

    Minha palestra no II EWCLiPo


    Acesse aqui o pdf da minha palestra no II EWCLiPo:

    Blogosfera, redes de informação e redes complexas
    Gustavo Miranda Forte
    Lucas Hypolito
    Osame Kinouchi
    Anel de Blogs Científicos
    Laboratório de Divulgação Científica e Cienciometria
    DFM – FFCLRP – USP